logo
 
DATA | 27 DE NOVEMBRO DE 2017

Em dias com Lei Complementar n° 131 de acordo com a fiscalização do TCE\CE (Mês Referência Outubro/2017)

A Lei Complementar nº 101/2000 – Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) dispõe em capítulo específico sobre a TRANSPARÊNCIA, CONTROLE E FISCALIZAÇÃO, seguindo-se sua Primeira Seção sobre o tema Transparência da Gestão Fiscal.

O caput do art. 48 da LRF define os instrumentos de transparência da gestão fiscal, aos quais deve ser dada ampla divulgação, inclusive em meios eletrônicos de acesso público: os planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; as prestações de contas e o respectivo parecer prévio; o Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) e o Relatório de Gestão Fiscal (RGF).

A Lei Complementar n° 131, de 27 de maio de 2009, conhecida como Lei da Transparência, trouxe inovações à Lei de Responsabilidade Fiscal, dispondo que esta transparência deva ser assegurada, também, mediante liberação ao pleno conhecimento e acompanhamento da sociedade, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira, em meios eletrônicos de acesso público, e adoção de sistema integrado de administração financeira e controle que atenda a padrão mínimo de qualidade, tudo conforme regula o Decreto Federal nº 7185/2010 e o art. 48-A da LRF.

A fiscalização contempla, dentre outros aspectos, as prerrogativas do art. 63 da LRF, que faculta aos Municípios com população inferior a 50 mil habitantes e que se encontrem dentro dos limites relativos à despesa total com pessoal ou à dívida consolidada, a possibilidade da divulgação do Relatório de Gestão Fiscal – RGF na periodicidade semestral. A periodicidade abrange indistintamente os Poderes Executivo e Legislativo e deve ser obedecida por todo o exercício. Registra-se que o enquadramento dos municípios ocorreu a partir da análise dos dados das Prestações de Contas em Meio Informatizado do SIM, mesma base utilizada na confecção do Relatório de Acompanhamento Gerencial – REAGE.

Nesse sentido, o Tribunal de Contas do Estado do Ceará – TCE Ceará, no uso de suas atribuições legais, realiza o acompanhamento mensal nos sítios eletrônicos e Portais da Transparência dos Poderes Executivo e Legislativo municipais, a fim de verificar o cumprimento do disposto nos art. 48 e 48-A da LRF, bem como ao que determina o Decreto Federal n.º 7.185/2010.

 

Deixe seu comentário

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DATA | 14 DE MARçO DE 2018

Hoje a Presidente Ana Kelly F. Queiroz, participou do Workshop " Políticas Públicas para Mulheres" na sede da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC), ministrado pelo técnico Legislativo #FabioTajra. Em breve a Presidente vai dá entrada de Projet [...]

DATA | 06 DE MARçO DE 2018

PALESTRAS, SORTEIOS E AÇÕES SOCIAIS NA SEMANA DA MULHERUma palestra sobre a Mulher e seus Desafios deu início a programação da semana da mulher entre os dias 5 e 9 desse mês. A palestrante Conceição Bezerra, primeira dama e secretária de [...]

DATA | 02 DE MARçO DE 2018

A presidente esteve juntamente com o Prefeito Fco Glairton Rabelo Cunha, os Vereadores Lira Pinheiro e Helder Pinheiro, o Deputado Antônio Granja e o Superintendente do DER (Departamento Estadual de Rodovias), Dr. Sergio Azevedo, numa REUNIÃO mais uma vez cobrando a estrada que liga a [...]

DATA | 02 DE FEVEREIRO DE 2018

Uma vez que este mês foi escolhido como o Mês de Combate Mundial à Leucemia.

DATA | 11 DE ABRIL DE 2017

O cargo de Prefeito faz parte do poder executivo, sendo responsável por administrar o município conforme as leis municipais. Dentro da ordem constitucional, o prefeito tem o cargo de chefia da administração dos serviços públicos, equiparando-se aos demais ch [...]

Câmara Municipal de Jaguaretama

INSTITUCIONAL

ANA KELLY FERREIRA DE QUEIROZ

CNPJ: 63.386.916/0001-41

Av. Marilândia,, 081 - Centro

CONTATOS

 Tel: (88) 3576-1315

 camarajaguaretama@hotmail.com

 De Segunda a Sexta das 07:00hs as 17:00hs

REDE SOCIAL

VÍDEO